Explosão mata 20 e fere 30 no Paquistão

Nova Délhi, 15 dez (EFE).- Vinte pessoas morreram hoje e aproximadamente 30 ficaram feridas em uma explosão perto da residência de um alto funcionário na província paquistanesa do Punjab, segundo fontes dos serviços de resgate citadas pelas redes de televisão do país.

EFE |

O atentado aconteceu no município de Dera Ghazi Khan e o alvo era o conselheiro do chefe do Governo provincial, Zulfiqar Khosa, afirmou à "Express TV" o delegado de Polícia local, Hassan Iqbal Malik.

Khosa, que saiu ileso, pois não estava em casa, é um importante membro da Liga Muçulmana do Paquistão-Nawaz (PML-N), que governa na província do Punjab.

A explosão, que foi de grande intensidade, causou o desmoronamento de duas filiais bancárias e aconteceu na área do mercado de Khosa, uma das mais povoadas da província.

Alguns dos feridos, entre eles mulheres e crianças, se encontram em estado crítico e dezenas de pessoas continuam presas entre os escombros, disse Malik.

Khosa, citado pelo canal "Dawn TV", disse que foi um atentado com um veículo carregado com explosivos, que foi lançado contra seu domicílio, mas diversas fontes policiais disseram que a residência do político quase não foi danificada.

As forças de segurança se posicionaram na área do ataque, enquanto os hospitais próximos declararam estado de emergência.

Em comunicado, o primeiro-ministro do país, Yousuf Raza Gillani, condenou a ação terrorista e ordenou às autoridades que ofereçam a ajuda necessária para assistir as vítimas. EFE mb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG