Explosão em túnel entre Gaza e Egito mata 6 palestinos

A explosão pôde ser ouvida à tarde por alguns moradores da cidade fronteiriça de Rafah, no sul de Gaza

EFE |

Seis palestinos morreram nesta sábado depois da explosão de um botijão de gás em um túnel entre Gaza e Egito utilizado para o contrabando de produtos, informaram fontes médicas. A explosão pôde ser ouvida à tarde por alguns moradores da cidade fronteiriça de Rafah, no sul de Gaza.

As ambulâncias e serviços de emergência se deslocaram imediatamente para o local, onde conseguiram resgatar com vida três trabalhadores feridos e retirar os corpos de outros dois. Mais tarde foram encontrados no interior do túnel os corpos de outros quatro palestinos, segundo as fontes médicas.

Grupos de direitos humanos cifram em mais de 150 o número de palestinos que perderam a vida em acidentes nos túneis, alguns dos quais foram originados por ações do Egito para frear o contrabando, como introduzir água ou gases venenosos nos dutos.

As centenas de túneis se tornaram a verdadeira porta de entrada para produtos na Faixa de Gaza, submetida há anos a um bloqueio israelense com a cooperação do Cairo. Os contrabandistas utilizam os dutos para levar comida, combustível, armamento, materiais de construção, computadores, telefones celulares e todo tipo de produtos domésticos para a Faixa de Gaza.

Israel só permite a entrada de determinados produtos básicos e proíbe, por exemplo, a de papel ou materiais de construção, alegando motivos de segurança.

    Leia tudo sobre: IsraelGaza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG