Dez pessoas morreram, entre elas seis civis iraquianos e dois americanos, depois que uma bomba explodiu em um escritório do governo, em Bagdá. Outras dez pessoas ficaram feridas no ataque.

Segundo a polícia iraquiana, o ataque ocorreu quando um grupo de soldados americanos estava reunido com funcionários do governo em Cidade Sadr, parte da capital majoritariamente xiita.

O Exército americano disse que membros do Exército de Mehdi, milícia ligada ao clérigo xiita Moqtada Sadr, foram os responsáveis pelo ataque.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.