Explosão em oleoduto na Nigéria deixa 100 mortos, diz Cruz Vermelha

Pelo menos 100 pessoas morreram queimadas, nesta quinta-feira, na explosão de um oleoduto na periferia norte de Lagos, centro econômico da Nigéria, anunciou um funcionário da Cruz Vermelha.

AFP |

O saldo anterior dos serviços de emergência era de apenas 10 mortos.

"Cerca de 100 pessoas morreram na explosão. Além disso, levamos outras 20 para o hospital geral de Ikeja", declarou à AFP Sule Mekudi, um dos responsáveis pelas equipes da Cruz Vermelha, do local do incidente.

"A maioria das vítimas sofreu queimaduras graves", acrescentou.

O cenário da deflagração, que aconteceu perto de uma escola primária, estava coberto por sapatos, carteiras e outros objetos dos alunos, disse à AFP um jornalista presente no local.

O porta-voz da polícia de Lagos, Frank Mba, comentou que ainda é muito cedo para dar um balanço completo do acidente.

"Nesse momento, não posso confirmar as causas da explosão, nem o balanço de vítimas", disse o porta-voz policial.

AFP
AFP
Bombeiros tentam apagar o fogo do oleoduto na Nigéria


Mais cedo, Sule Mekudi ressaltou que a explosão foi causada por uma escavadora que estava trabalhando em uma estrada e que, acidentalmente, arrebentou o oleoduto, provocando a explosão e o fogo.

O porta-voz dos serviços de resgate nigerianos, Abdulsalam Mohamed, disse à AFP que as equipes de resgate deixarão o local do acidente com o anoitecer. Testemunhas contaram que várias pessoas ajudaram a controlar as chamas com água e areia.

Leia mais sobre: Nigéria

    Leia tudo sobre: nigéria

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG