Explosão em mesquita xiita no Irã deixa 9 mortos e 105 feridos

(Atualiza número de vítimas no atentado) Teerã, 12 abr (EFE).- Pelo menos nove pessoas morreram e outras 105 ficaram feridas, muitas delas em estado grave, devido a uma explosão registrada esta noite em uma mesquita de Shiraz, no sul do Irã e capital da província de Fars.

EFE |

Segundo fontes policiais, a explosão ocorreu por volta das 21h local (14h30 de Brasília) durante um discurso religioso na mesquita de Seyyed ul-Shohada, na província de Fars.

As fontes não descartaram que o número de vítimas mortais aumente nas próximas horas, já que alguns feridos estão em estado grave, a maioria deles jovens que estavam na mesquita para ir à prece da tarde e assistir a um discurso religioso no qual se criticava o wahhabismo, doutrina do Islã sunita aplicada na Arábia Saudita.

A agência de notícias "Mehr" afirma que a explosão foi causada pela detonação de uma bomba na parte de trás do centro cultural da mesquita, e foi ouvida a mais de 1,5 quilômetros de distância.

Também indica que a explosão quebrou os vidros de vários imóveis próximos à mesquita e causou pânico entre os habitantes de toda a área.

No entanto, a televisão por satélite "Alalam" afirma que fontes da segurança em Shiraz descartam que a explosão tenha sido causada pela detonação de uma bomba, e diz que "ainda estão sendo desenvolvidas as investigações sobre o ocorrido".

O governador da província de Fars, Ibrahim Azizi, também descartou que seja uma bomba, e insistiu em que "ainda não se sabe a causa da explosão".

As forças de segurança isolaram o local onde ocorreu a explosão, e várias ambulâncias foram ao local para ajudar as vítimas.

As autoridades iranianas não responsabilizaram nenhum grupo pela explosão, mas o Governo acusou várias vezes os EUA e o Reino Unido de apoiar "grupos terroristas" ativos contra o regime islâmico de Teerã. EFE msh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG