Explosão em mesquita do Irã deixa ao menos 15 mortos

TEERÃ - Uma explosão em uma mesquita na cidade de Zahedan, sudeste do Irã, matou 15 pessoas e feriu outras 50 nesta quinta-feira, disse a agência estatal de notícias Irna.

Redação com agências internacionais |

Reuters
Teto da mesquita ficou manchado de sangue

Teto da mesquita ficou manchado de sangue

A explosão ocorreu na mesquita Amir al-Mohini, destacou a agência, frisando que o balanço das vítimas ainda é provisório.

O governador da província de Sistão-Baluquistão disse à emissora de televisão estatal do país que os feridos foram socorridos. "A bomba explodiu quando estavam sendo realizadas preces, matando pessoas que rezavam", disse Mohammad Azad.

Momentos após a explosão, forças de segurança descobriram e desarmaram uma segunda bomba perto da mesquita, disse a agência de notícias semi-oficial Fars. Segundo a agência, a primeira explosão foi um ataque suicida.

Em 2007, um atentado perpretrado pelo grupo Jundallah, ou Brigada de Deus, que tem ligações com a Al-Qaeda, matou 11 membros da Guarda Revolucionária do Irã em Zahedan. Esta região fica perto da fronteira com o Paquistão e é palco de confrontos entre forças de segurança iraniana e traficantes de drogas.

Uma campanha eleitoral acontece no Irã para o pleito presidencial de 12 de junho, na qual o presidente, Mahmoud Ahmadinejad, busca sua reeleição e enfrenta três candidatos.

(Com informações de AFP, AP e BBC)

Leia mais sobre Irã

    Leia tudo sobre: irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG