Explosão em instalação petrolífera na Venezuela mata 1 pessoa

Outras três ficaram feridas em instalação venezuelana em parceria com empresas francesa e norueguesa

EFE |

Pelo menos uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas neste domingo em uma explosão em uma instalação petrolífera no leste da Venezuela, operada pela empresa Petrocedeño, integrada pela estatal venezuelana PDVSA, a francesa Total e a norueguesa StatoilHydro.

O acidente ocorreu quando trabalhadores "instalavam um separador de água livre que no momento causou uma explosão na área", detalhou a Petróleos de Venezuela (PDVSA) em comunicado. A explosão ocorreu na usina de Petrocedeño, no estado de Anzoátegui, onde, depois do acidente, "foram restabelecidas imediatamente as operações".

O fato "está totalmente controlado, através da equipe de Segurança e Controle de Emergências da indústria petrolífera", acrescentou a comunicação oficial. A PDVSA informou que formou uma equipe "para investigar as causas que originaram a situação". A estatal venezuelana possui 60% das ações da empresa mista Petrocedeño, a francesa Total tem 30,3% e a norueguesa StatoilHydro 9,7%.

    Leia tudo sobre: VENEZUELApetrolíferapdvsa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG