corta 10% do gás enviado ao Brasil - Mundo - iG" /

Explosão em gasoduto corta 10% do gás enviado ao Brasil

Uma explosão na Bolívia causou danos, nesta quarta-feira, em parte de um gasoduto que leva gás ao mercado brasileiro e provocou a suspensão parcial do fornecimento.

BBC Brasil |


Clique para ver a galeria de fotos dos protestos na Bolívia

    A estatal YPFB confirmou a informação à BBC Brasil. "Confirmamos que a explosão provocou fissuras. (E) que serão enviados 3 milhões de metros cúbicos a menos por dia ao Brasil. Serão necessários quinze dias para a reparação (do estrago)", afirmou a uma fonte da empresa estatal boliviana.

    Essa quantidade representa cerca de 10% do gás enviado, por contrato, todos os dias ao Brasil.

    A explosão ocorreu na localidade de Palmar Grande, no Grande Chaco boliviano, no departamento (Estado) de Tarija, como contou, por telefone o presidente do Comitê Civico de Tarija, Reinaldo Bayard. "A população ouviu uma explosão e saiu correndo", disse ele.

    Bayard passou a noite em outra ocupação, na usina de Vuelta Grande, no caminho para a Argentina, onde é armazenado o gás que é enviado para o Brasil e o mercado argentino. "Esta usina também está parada", disse.

    Apesar disso, ele afirmou que não foram os manifestantes que explodiram o gasoduto. "Não fomos nós. Foi coisa do governo para nos responsabilizar", disse ele.

    Leia mais sobre Bolívia

      Leia tudo sobre: bolívia

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG