Explosão em fábrica de fogos de artifícios deixa 23 mortos na Índia

Vinte e três pessoas, sendo 10 crianças, morreram na quarta-feira à noite no noroeste da Índia na explosão acidental de uma casa onde eram fabricados fogos de artifício para a maior festa hindu do ano, no dia 28 de outubro, anunciou nesta quinta-feira a polícia.

AFP |

"Era uma casa onde eram fabricados de maneira ilegal fogos de artifício. Houve uma explosão e a casa desabou", explicou o oficial da Polícia do estado do Rajastão, Rohit Mahajan.

Das 23 pessoas mortas, dez eram crianças, e 18 ficaram feridas pelos estragos causados em casas localizadas nas proximidades.

O ministro adjunto do Interior do estado, S.N. Thanvi, ordenou a abertura de uma investigação.

A Índia, com 1,1 bilhão de habitantes, dos quais 80% são hindus e 14% muçulmanos, se prepara para celebrar na próxima terça-feira a festa hindu das luzes, Diwali, que marca o ano novo segundo o calendário religioso.

Todos os anos, os fogos de artifício fabricados em pequenas fábricas deixam várias vítimas.

str/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG