Explosão em fábrica da Foxconn na China deixa 2 mortos

As causas da do acidente ainda estão sendo investigadas

EFE |

Duas pessoas morreram e 16 ficaram feridas após uma explosão em uma fábrica da gigante da tecnologia Foxconn, fabricante, entre outros produtos, do iPad e do iPhone da Apple, informou a agência oficial chinesa "Xinhua" neste sábado.

O acidente aconteceu às 19h de sexta-feira (8h de Brasília) em uma fábrica na província sudoeste de Sichuan, pertencente a uma subsidiária da Foxconn, a Hongfujin Precision Electronics.

Três dos feridos estão internados em estado grave, destacaram fontes do Governo local, que assinalaram que as causas do acidente ainda estão sendo investigadas. A unidade foi inaugurada em outubro do ano passado, com um investimento de US$ 2 bilhões, e se dedica à produção de computadores portáteis.

A Foxconn, a maior fabricante de componentes eletrônicos do mundo, foi alvo de uma polêmica em 2010 após uma onda de suicídios em seus enormes complexos fabris na cidade de Shenzhen (sul da China), centro da indústria tecnológica do país.

Quatorze trabalhadores, em sua maioria jovens que haviam acabado de chegar à companhia procedentes de outras províncias chinesas, se suicidaram nessas fábricas, nas quais trabalham 400 mil dos 800 mil empregados da empresa na China.

A Foxconn produz 4% dos produtos que a China exporta, e fabrica componentes para multinacionais como Sony, Hewlett-Packard e Nintendo.

    Leia tudo sobre: CHINAACIDENTE

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG