Explosão deixa pelo menos 18 mortos na Inguchétia

Pelo menos 18 pessoas morreram em um atentado a bomba contra uma delegacia no sul da Rússia, nesta segunda-feira, segundo fontes médicas e da polícia. A polícia suspeita de um ataque suicida.

BBC Brasil |

A explosão em Nazran, a principal cidade da República da Inguchétia, destruiu parte da delegacia e deixou 60 pessoas feridas, entre elas, algumas crianças.


Explosão deixou ao menos 18 mortos / AP

A Inguchétia é uma região vizinha à Chechênia e foi palco de tiroteios, atentados e outros ataques contra a polícia e o governo.

A violência contra o governo pró-Rússia da Chechênia frequentemente é sentida nas repúblicas vizinhas do Norte do Cáucaso, entre elas a Inguchétia e o Daguestão.

Em junho passado, o presidente da Inguchétia, Yunus-Bek Yevkurov, ficou seriamente ferido em um atentado suicida contra seu comboio. Na semana passada, o ministro da Construção da Inguchétia foi morto a tiros por homens mascarados.

Emergência

O atentado desta segunda-feira foi descrito como um dos mais violentos dos últimos meses na Inguchétia.

As imagens do atentado mostram cenas de devastação no complexo policial. A explosão também danificou alguns prédios e casas na vizinhança, e incendiou vários carros estacionados nos arredores.

As informações são de que um extremista suicida teria jogado seu carro contra o portão do complexo da delegacia no momento em que os policiais se reuniam no pátio para inspeção, disse o porta-voz do governo Kaloi Akhilgov.

Acredita-se que o autor do atentado esteja entre os mortos, mas a informação não foi confirmada. Segundo a polícia, entre os feridos há vários moradores dos prédios vizinhos.

Os feridos - muitos deles em estado grave - foram levados para hospitais em Nazran, mas as autoridades afirmam que faltam recursos para tratar as vítimas.

Leia mais sobre Inguchétia

    Leia tudo sobre: rússia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG