Pelo menos quinze pessoas morreram e várias ficaram feridas em um ataque suicida na capital do Paquistão, Islamabad, neste domingo, de acordo com autoridades do país. A maioria das vitimas seriam policiais que trabalhavam para contrlar um protesto nas proximidades da Mesquita Vermelha.

A explosão teria acontecido em frente a uma delegacia de polícia.

O presidente Pervez Musharraf condenou o ataque e reafirmou o compromisso do governo no combate ao terrorismo "em todas as suas formas e manifestações".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.