Cinco pessoas morreram neste sábado na explosão de uma bomba em uma estrada do noroeste do Paquistão, em uma zona que sofre uma violenta campanha a favor da lei islâmica.

A bomba, deixada perto de uma ponte no vale de Swat, explodiu na passagem de um carro. Nenhum dos ocupantes do veículo sobreviveu, segundo as autoridades locais.

O Exército paquistanês atua desde o ano passado na região contra extremistas islâmicos. No passado, a área era muito visitada por turistas, já que abriga as únicas pistas de esqui do Paquistão.

No entanto, o vale se tornou um campo de batalha desde que o clérigo muçulmano radical Maulana Fazlulah, ligado ao movimento talibã paquistanês, propôs a adoção da lei islâmica.

str-sz/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.