Um ônibus lotado explodiu nesta quinta-feira na capital da Síria, Damasco, matando pelo menos seis pessoas e ferindo dezenas de outras. O ônibus, que transportava fiéis muçulmanos iranianos, explodiu quando era reabastecido de combustível em um posto de gasolina perto da mesquita Zeinab, um local de peregrinação xiita no subúrbio de Sayyida.

Segundo um comunicado emitido pelo Ministério do Interior sírio, a explosão foi causada pelo estouro de um pneu.

O comunicado afirma que não há indícios de atentado. Essa possibilidade foi aventada porque, em setembro do ano passado, um carro-bomba explodiu no mesmo subúrbio de Sayyida, em Damasco, matando 17 pessoas.

A autoria daquele atentado não foi reivindicada por nenhum grupo. Autoridades sírias culparam o grupo sunita Fatah al-Islam pela explosão.

Inicialmente, a TV estatal persa iraniana, Press TV, chegou a falar em 12 mortos, e as tevês Al-Jazeera e Al-Arabiya, em dezenas de feridos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.