Explosão de ônibus deixa pelo menos 14 mortos no Paquistão

Pelo menos 14 pessoas morreram e 46 ficaram feridas pela explosão de um ônibus repleto de peregrinos xiitas na cidade de Karachi, no Paquistão.

EFE |

O ataque ocorreu às 15 horas locais (8 horas de Brasília), quando um suicida com explosivos se jogou contra o veículo numa ponte de uma movimentada avenida da cidade.

O suicida, que estava em uma motocicleta, usou de seis a sete quilos de explosivo para o atentado. As forças de segurança isolaram o local, enquanto os feridos foram levados a um hospital próximo.

O primeiro-ministro paquistanês, Yousaf Raza Gilani, divulgou nota condenando o ataque e ordenou a abertura de uma investigação para esclarecer o ocorrido.

A cidade de Karachi, com mais de 14 milhões de habitantes procedentes de todas as províncias do país, foi no último mês alvo de duas grandes ondas de violência por motivos étnicos e políticos, que resultaram na morte de mais de 80 pessoas.

No final de 2009, outro atentado suicida matou pelo menos 40 pessoas durante uma procissão xiita.

A corrente muçulmana xiita representa 20% da população do Paquistão, de maioria sunita. Os confrontos entre ambos são frequentes.

Mais de 3 mil, em sua maioria civis, perderam a vida em ataques terroristas no país durante 2009, segundo um relatório oficial.

Leia mais sobre Paquistão

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG