Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Explosão de mina deixa pelo menos 4 mortos em região central da Índia

Nova Délhi, 29 set (EFE).- Pelo menos quatro membros das forças indianas de segurança morreram hoje por causa da explosão de uma mina, supostamente implantada pela guerrilha maoísta no estado indiano de Chhattisgarh (centro), informaram fontes oficiais.

EFE |

Nova Délhi, 29 set (EFE).- Pelo menos quatro membros das forças indianas de segurança morreram hoje por causa da explosão de uma mina, supostamente implantada pela guerrilha maoísta no estado indiano de Chhattisgarh (centro), informaram fontes oficiais.

O chefe de operações contra a guerrilha maoísta na região, Girdhari Nayak, citado pela agência "Ians", explicou que os insurgentes detonaram uma bomba durante a passagem do veículo no qual estavam os policiais em uma região da floresta do distrito de Bastar.

O ataque coincide com a visita ao estado da presidente indiana, Pratibha Patil, que se encontrava a cerca de 30 quilômetros da região no momento da explosão.

Outras três pessoas ficaram feridas no ataque e permanecem hospitalizas em estado grave.

Segundo um porta-voz policial citado pela agência "PTI", o veículo atacado se dirigia à região onde se encontrava Patil para participar de trabalhos de escolta.

No ano passado, a violência maoísta causou 837 mortos entre guerrilheiros, civis e membros das forças de segurança, segundo dados do Ministério indiano do Interior. EFE mb/ab/fal

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG