Explosão de indústria química deixa um morto e três feridos na Espanha

Madri, 10 abr (EFE) - Um trabalhador morreu e três ficaram gravemente feridos na explosão em uma indústria química em Aranjuez, nas proximidades de Madri, capital da Espanha, informaram fontes oficiais.

EFE |

Aparentemente, a explosão ocorreu em um depósito que continha 30 mil litros de etanol, o que, por sua vez, originou um incêndio de grandes dimensões.

Além do trabalhador morto, outras três pessoas ficaram feridas gravemente, duas deles com 60% do corpo queimado pelo fogo e pela ação dos produtos químicos, acrescentaram as fontes.

Todos os feridos foram levados a centros médicos da comunidade autônoma de Madri.

Os Serviços de Emergências acrescentaram que o incêndio gerado na indústria química FYSE, do grupo Ercros, já foi controlado.

Após a explosão, a área afetada foi evacuada e foram suspensos os trabalhos na empresa.

Os porta-vozes dos serviços de Emergências ressaltaram que a queima de etanol não traz risco para a população, porque a fumaça não é especialmente tóxica, por ser derivada do álcool.

Médicos e bombeiros foram ao local do acidente para ajudar a controlar a situação.

Vários trabalhadores da empresa disseram à Agência Efe que no deposito no qual ocorreu a explosão eram realizados trabalhos de soldagem. EFE jvb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG