Explosão de granada no sul das Filipinas deixa um morto

Zamboanga (Filipinas), 16 mar (EFE).- Pelo menos uma pessoa morreu e cinco ficaram feridas pela explosão de uma granada na convulsa região sul das Filipinas, informaram nesta segunda-feira fontes militares.

EFE |

A explosão aconteceu ontem à tarde na província de Cotabato do Norte na ilha de Mindanao, 900 quilômetros ao sudeste da capital, onde um desconhecido lançou o explosivo contra a casa de um vereador do povoado de Pikit, segundo o comandante Dickson Hermoso.

O político morreu no ato e cinco pessoas mais que estavam fora da casa foram feridas.

Hermoso negou que o atentado tenha sido um ato de terrorismo e o atribuiu a um acerto de contas, algo habitual nas Filipinas, onde as disputas políticas são solucionadas a tiros, e os responsáveis costumam evitar as forças de segurança, especialmente nas províncias mais pobres.

O sul de Mindanao é um dos lugares mais perigosos da Ásia devido à proliferação de assassinatos por encomenda e sequestros levados a cabo tanto por organizações terroristas como por bandos criminosos.

EFE rp-csm/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG