Cabul, 9 jun (EFE).- Uma criança morreu hoje e 52 pessoas ficaram feridas, incluindo três soldados americanos, devido à explosão de uma granada de mão no leste do Afeganistão, informou à Agência Efe uma fonte oficial.

O governador de Kunar, província onde foi registrado o ataque, Sayed Wahidi, disse que a granada matou uma criança, mas não pôde determinar a autoria do ataque.

Em comunicado, o comando militar americano afirmou que um civil "supostamente morreu" por causa do ataque com granada, mas confirmou que três de seus soldados e "vários" civis ficaram feridos.

A coalizão liderada pelos EUA afirmou que as tropas estavam tentando tirar um automóvel que tinha ficado preso em uma via, quando foram atacados com armas leves.

Uma "pessoa desconhecida" lançou então uma granada a partir de um edifício próximo e causou as vítimas, segundo esta versão.

As tropas isolaram a área e o comando americano disse que o ataque está sendo investigado. EFE lo-amp/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.