Explosão de granada junto à sede do Governo deixa 3 feridos em Bangcoc

Bangcoc, 11 nov (EFE).- Três pessoas ficaram feridas hoje devido à explosão de uma granada junto à sede do Governo em Bangcoc, cujo recinto está ocupado por simpatizantes da opositora Aliança do Povo pela Democracia (APD) desde 26 de agosto.

EFE |

O general Pathompong Kasornsuk, encarregado de investigar a explosão, disse aos jornalistas na capital tailandesa que a explosão foi causada por uma granada M-79 que poderia ter sido dirigida contra os membros da APD.

Os líderes do protesto no palácio governamental reiteraram a seus simpatizantes o lema de permanecer dentro do recinto e de manter a medida de maneira pacífica, segundo a versão digital do jornal "Bangkok Post".

A explosão ocorreu depois que dois membros do PAD se casaram, em meio à comemoração dos colegas na sede do Governo, espaço que transformaram em uma espécie de acampamento.

O primeiro-ministro da Tailândia, Somchai Wongsawat, que assumiu o cargo em setembro, depois que seu antecessor e colega de partido, Samak Sundaravej, fosse inabilitado pelo Tribunal Constitucional, ainda não conseguiu ocupar seu escritório oficial na casa do Governo.

Wongsawat desempenha suas funções a partir de instalações temporárias no antigo aeroporto de Don Muang, a cerca de 30 quilômetros do centro urbano.

A Tailândia passa por uma crise política como resultado da vitória nas eleições de 23 de dezembro de 2007 dos mesmos políticos que expulsaram do poder o golpe militar de 19 de setembro de 2006.

EFE grc/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG