Explosão de gás mata 16 estudantes na Turquia

Por Umit Bektas BALCILAR, Turquia (Reuters) - Uma explosão de gás deixou pelo menos 16 estudantes mortas e outras 27 feridas, destruindo o dormitório de uma escola de meninas no sul da Turquia na sexta-feira, informou o ministro do Interior, Besir Atalay.

Reuters |

Várias garotas ficaram presas nos escombros do prédio de três andares na cidade de Balcilar, na região da montanha Toros, cerca de 340 quilômetros ao sul da capital, Ancara.

'Fomos informados que 16 alunas morreram e 27 ficaram feridas. Achamos que há ainda quatro ou seis crianças presas sob os escombros', disse Atalay a repórteres no local do acidente.

Cerca de 50 pessoas, entre estudantes e professores, estavam no prédio quando ele desabou devido à explosão, disseram moradores locais à Reuters.

O prédio, que desabou como um castelo de cartas, ficava na Província de Konya e era usado por alunas de 8 a 16 anos de idade, que faziam parte de um curso de estudos islâmicos.

'Eu estava na parte do prédio que não desabou, com cinco amigas, imediatamente depois da explosão e sentimos as chamas subindo aos andares de cima', disse Merve Avci, 13, que sofreu ferimentos leves. Ela disse aos repórteres que sentiu o cheiro do gás e, logo depois, aconteceu a explosão.

Anatolian disse que o prédio pertencia a uma fundação religiosa. A mídia turca diz que a escola provavelmente era ilegal, já que os cursos do Corão fora do ensino oficial do Estado são proibidos no país.

O primeiro-ministro Tayyip Erdogan visitará o vilarejo mais tarde.

(Por Paul de Bendern e Daren Butler)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG