Explosão de gás em mina chinesa mata dez pessoas

Único sobrevivente tem queimaduras nos braços. Mortes por acidentes nas minas de carvão chinesas beira três mil por ano

EFE |

Dez trabalhadores morreram e um ficou ferido em uma explosão de gás metano em uma mina de carvão da província chinesa de Guizhou, sul do país, informou nesta segunda-feira o governo local através da agência oficial "Xinhua".

O acidente aconteceu por volta das 21h30 deste domingo (10h30 de Brasília) na mina Guohekou do distrito de Panxian, quando os 11 mineradores estavam no interior do poço. O sobrevivente da explosão tem queimaduras nos braços, assinalaram as autoridades locais.

A mina, de propriedade privada, tem uma capacidade anual de 150 mil toneladas. As minas de carvão chinesas são as mais perigosas do mundo, com cerca de 3.000 mortes por ano, muitas delas causadas pela ausência de medidas de segurança em poços que operam ilegalmente.

Outro fator que influi no alto índice de acidentes é a grande demanda de carvão (principal fonte de energia do país), o que obriga a sobre-exploração estas minas com turnos extras e cavando a cada vez maior profundidade, o que aumenta o risco de altas concentrações de gás metano e o perigo de acidentes.

    Leia tudo sobre: chinaminaacidentemineiros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG