Explosão de carro-bomba no Iraque mata 4 iranianos e fere 54

NAJAF, Iraque (Reuters) - Um carro-bomba explodiu na cidade sagrada iraquiana de Najaf, no sábado, matando quatro peregrinos iranianos um dia antes das eleições parlamentares, que insurgentes islâmicos prometeram arruinar com violência, disseram autoridades. A explosão destruiu dois ônibus de turismo estacionados perto do santuário do imã Ali, que atrai milhares de fiéis xiitas do Iraque e do Irã a cada ano. Salim Nema, um oficial de saúde de Najaf, disse que o ataque feriu 54 pessoas, incluindo 17 iraquianos e 37 iranianos.

Reuters |

A eleição de domingo é um teste para a jovem democracia do Iraque, e ajudará a determinar se o país pode evitar surtos de violência, com o exército dos Estados Unidos preparando sua retirada para o final de 2011.

A proposta do primeiro-ministro Nuri al-Maliki para ganhar um segundo mandato baseada em uma plataforma de prestação de serviços e segurança está sob desafio de ex-colegas xiitas e de um grupo liderada pelo ex-primeiro-ministro Iyad Allawi.

Os insurgentes iraquianos advertiram, especialmente a minoria sunita dominante sob Saddam Hussein, para ficar em casa no domingo. Militantes sunitas dizem que a votação vai solidificar o poder da maioria xiita, que eles vêem como herético e incompetente.

(Reportagem de Mohammed Abbas e Khaled Farhan)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG