Explosão de carro-bomba mata pelo menos 7 no norte do Iraque

BAGDÁ - Pelo menos sete pessoas ficaram feridas neste sábado na explosão de um carro-bomba no norte do Iraque, enquanto uma mulher foi detida por planejar um ataque suicida, informaram fontes do Ministério de Interior iraquiano.

EFE |

As fontes afirmaram que o veículo explodiu nas proximidades da casa de um policial, no bairro de Sumer, no sul da cidade de Mossul, cerca de 400 quilômetros ao norte de Bagdá.

Entre os sete feridos está o agente de segurança e dois parentes dele, explicaram as fontes, que disseram que a detonação também afetou várias casas.

Além disso, afirmaram que tropas americanas e iraquianas detiveram 18 pessoas acusadas de envolvimento em ações violentas, em bairros do oeste de Baquba, capital da província de Diyala, ao nordeste da capital do país.

As fontes revelaram ainda que, entre os detidos, está uma mulher, Hanaa Mohamad, que supostamente se preparava para cometer um atentado suicida contra um quartel das forças de segurança de Baquba.

Nessa operação, as forças militares apreenderam armas e munição, disseram as fontes, que acrescentaram que, entre os detidos, há alguns envolvidos em ataques que foram cometidos ultimamente em Diyala.

Por outro lado, a organização Estado Islâmico do Iraque assumiu hoje a autoria de um atentado com bomba cometido em 10 de março contra uma reunião de clãs de tribos e uma comissão do Ministério do Interior, a 25 quilômetros de Bagdá.

O ataque, um dos mais graves deste ano, matou 33 pessoas e feriu outras 46. A explosão ocorreu no final de uma reunião de chefes tribais que buscavam medidas para favorecer a reconciliação.

Leia mais sobre: Iraque

    Leia tudo sobre: carro-bombairaque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG