Explosão de carro-bomba mata 2 na Somália

Mogadíscio, 24 mai (EFE).- Pelo menos duas pessoas, entre elas um soldado do Governo somali, morreram e outras três ficaram feridas hoje em um atentado suicida cometido um carro-bomba contra um quartel das tropas governamentais em Mogadíscio, informou a rádio local Shabelle.

EFE |

O vice-prefeito de Mogadíscio, Abdifatah Ibrahim Shaweye, disse à rádio que "um estrangeiro detonou um carro carregado de explosivos em frente ao quartel, perto do porto da cidade", e apontou que, até o momento, nenhum grupo assumiu o atentado.

Testemunhas do ocorrido relataram que, antes da explosão, um carro modelo Toyota Hilux, que teria sido o utilizado pelo terrorista suicida, se dirigiu à base dos soldados governamentais.

Este atentado ocorre após dois dias de combates, nos quais morreram mais de 40 pessoas em Mogadíscio. Com isso, já são 180 mortos e 700 feridos na capital somali desde o início dos confrontos, no último dia 8.

Hoje, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) divulgou um comunicado no qual assinalava que, após os combates da última sexta-feira, cerca de oito mil pessoas abandonaram Mogadíscio, o que eleva o número de deslocados nos últimos 15 dias para 57 mil. EFE cho/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG