Explosão de carro-bomba deixa 46 feridos na Espanha

A explosão de um carro-bomba na madrugada desta quarta-feira deixou pelo menos 46 pessoas feridas na cidade de Burgos, no norte da Espanha. A explosão ocorreu por volta das 4h da manhã (horário local, 23h da terça-feira no Brasil) do lado de fora de um edifício de 14 andares da Guarda Civil.

BBC Brasil |

De acordo com a polícia, as vítimas apresentam apenas ferimentos leves, a maioria devido aos estilhaços de vidro por conta da explosão das janelas do prédio.

"Todas as janelas estão quebradas. (O prédio) está bastante danificado. É quase um milagre que ninguém tenha se ferido mais gravemente", disse um porta-voz dos serviços de emergência.

Policiais citados pela imprensa espanhola responsabilizaram o grupo separatista ETA, que defende a independência do País Basco, pelo ataque.

Mas nenhum grupo se responsabilizou pelo carro-bomba, que ocorreu sem aviso prévio, uma característica que não está de acordo com padrões anteriores do ETA.

O grupo pôs fim oficialmente a um cessar-fogo há dois anos. Hoje, segundo analistas, o ETA está sob pressão após sucessivas prisões de diversos líderes.

No mês passado, a organização foi responsabilizada pela explosão de um carro bomba que deixou um policial morto na cidade basca de Bilbao, província de Vizcaya.

O ETA encampa desde 1968 uma campanha pela formação de um Estado independente basco no norte da Espanha e no sudeste da França, que já custou mais de 800 vidas.

A cidade de Burgos fica em província homônima, na região autônoma de Castilla y León.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG