Explosão de caminhão-tanque mata mais de 110 pessoas no Quênia

Mais de 110 pessoas morreram na noite de sábado no Quênia na explosão de um caminhão-tanque acidentado em volta do qual uma multidão tinha se amontoado para pegar gasolina.

AFP |

"É uma tragédia nacional", declarou neste domingo aos jornalistas o ministro queniano do Interior, George Saitoti, que se deslocou junto com o primeiro-ministro, Raila Odinga, ao local do acidente, perto da cidade de Molo, 150 km ao noroeste de Nairóbi.

Saitoti mencionou um balanço de 111 mortos. Os socorristas contaram mais de 150 feridos.

"Quatro policiais que tinham ido ao local para conter a multidão estão entre os mortos", destacou o ministro.

Várias horas depois da explosão, corpos completamente carbonizados ainda estavam estendidos no chão em volta dos escombros fumegantes do caminhão, enquanto os socorristas continuavam levando os feridos para hospitais da região, constatou um correspondente da AFP.

Famílias em prantos estavam à procura de parentes desaparecidos, enquanto religiosos rezavam em memória das vítimas e tentavam confortar os sobreviventes.

"Perdi três filhos, e o último está no hospital, gravemente ferido. Um dos que morreu ia entrar na escola na próxima semana", contou John Sang, um morador.

O chão coberto de galões, os veículos destruídos e a vegetação carbonizada comprovavam a violência da explosão, que foi ouvida a vários quilômetros dali.

"Havia muita gente no local do acidente, e fui correndo para lá quando soube que havia gasolina. Já tinha levado um galão para casa e estava indo buscar mais um quando ouvi a explosão", relatou à AFP Michael Kerich, 25 anos, deitado em um cobertor no hospital de Nakuru, a cerca de 30 km de Molo.

"De repente, tudo pegou fogo. Nem sei como cheguei até aqui", acrescentou.

De acordo com os primeiros elementos da investigação, a maioria das vítimas estava em volta do caminhão, que tinha sofrido um acidente na noite de sábado.

Elas estavam tentavando recuperar a gasolina quando a cisterna explodiu, segundo o porta-voz da polícia, Eric Kiraithe.

"Havia muita gente", confirmou um porta-voz da Cruz Vermelha queniana, Titus Mung'ou. "Foi neste momento que o caminhão explodiu. O fogo parece ter sido provocado por algo como uma caixa de fósforos", acrescentou.

Segundo testemunhas, o incêndio que provocou a explosão pode ter sido causado por um cigarro.

"Policiais já estão no local para apurar o que aconteceu", declarou, por sua vez, o porta-voz da polícia, destacando que a causa do acidente ainda não foi determinada com precisão.

Acidentes deste tipo acontecem com freqüência no Nigéria, mas tal desastre é sem precedente no Quênia, um país que raramente teve que enfrentar penúrias de combustível.

"É realmente uma tragédia perder tantas vidas em menos de uma semana", comentou o ministro do Interior. Quarta-feira, 25 pessoas morreram no incêndio de um supermercado em Nairóbi.

str/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG