Explosão de bomba mata 2 e fere 15 no sul da Colômbia

Bogotá, 25 ago (EFE).- Pelo menos duas pessoas morreram e outras 15 ficaram feridas devido à explosão de uma bomba que supostos milicianos das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) detonaram hoje no centro do município colombiano de San Vicente del Caguán, informaram à Agência Efe as autoridades locais.

EFE |

O prefeito de San Vicente del Caguán, Hernán Cortés Villalba, disse que a explosão aconteceu por volta das 16h (18h de Brasília) na parte urbana dessa localidade, centro dos frustrados diálogos de paz entre as Farc e o anterior Governo, entre 1999 e 2002.

"Explodiu um explosivo de alto poder em todo o centro de San Vicente del Caguán. Temos, neste momento, informação de 15 pessoas feridas, cinco delas em estado grave, e duas pessoas mortas", disse o funcionário.

O diretor de segurança cidadã, general Orlando Páez, disse por telefone que, aparentemente, era uma granada e que morreram duas crianças.

Além disso, disse que as pessoas feridas estão sendo levadas a centros hospitalares das cidades de Neiva e Florencia, no sul da Colômbia.

O oficial disse que a informação preliminar permite determinar que os responsáveis pela explosão foram milicianos das Farc que operam em San Vicente del Caguán.

Essa localidade foi o eixo da zona desmilitarizada que o Governo do ex-presidente Andrés Pastrana (1998-2002) entregou às Farc para negociar a paz.

Os diálogos terminaram sem sucesso, depois que os rebeldes tomaram um avião, o obrigaram a aterrissar em uma estrada do departamento de Huila e sequestraram um congressista que viajava de Bogotá à cidade de Neiva. EFE fer/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG