Explosão de bomba deixa 19 mortos e 40 feridos em Islamabad

Islamabad, 6 jul (EFE).- Pelo menos 19 pessoas morreram e cerca de 40 ficaram feridas devido a um ataque suicida registrado nas proximidades da Mesquita Vermelha, no centro de Islamabad, informou uma fonte policial.

EFE |

O atentado ocorreu perto do Melody Market, situado nas proximidades da mesquita, onde hoje estavam reunidos centenas de estudantes que participavam de uma conferência por ocasião do primeiro aniversário do ataque a essa mesquita, que deixou pelo menos 100 mortos.

Segundo a fonte, citada pelo canal de televisão "Geo", a Polícia acha que o número de vítimas fatais pode aumentar, devido ao grande número de feridos, que já foram levados para hospitais próximos.

As forças de segurança isolaram a zona e as autoridades decretaram o alerta máximo na capital paquistanesa.

O primeiro-ministro paquistanês, Yousaf Raza Gillani, já condenou o atentado e disse que os responsáveis serão levados aos tribunais.

Uma fonte do Ministério do Interior disse à Agência Efe que se trata de um ataque contra as forças de segurança, e qualificou o fato de "preocupante", já que havia muitos meses que a Polícia não era alvo de atentados.

A Mesquita Vermelha, situada no coração de Islamabad, se transformou no início do ano passado em um foco fundamentalista, e seu principal clérigo, Abdul Aziz, incitava a atentados suicidas em seus sermões se não fosse imposta no país a lei islâmica (sharia).

Após várias tentativas de negociação infrutíferas, o presidente paquistanês, Pervez Musharraf, ordenou o posicionamento de tropas e paramilitares ao redor do templo, no ano passado.

Após vários dias sitiada, em 10 de julho começou o ataque militar ao templo, no qual cerca de 100 pessoas morreram, segundo números oficiais, mas uma fonte dos serviços secretos elevou o número de vítimas para mais de 300. EFE igb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG