Explosão de bomba atribuída às Farc fere 4 pessoas na Colômbia

Bogotá, 26 mar (EFE).- Quatro pessoas ficaram feridas após a explosão de uma bomba na cidade colombiana de Ipiales, na fronteira com o Equador, em ato supostamente executado pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

Além disso, membros das Farc cometeram hostilidades contra um povoado colombiano por ocasião do aniversário de um ano da morte de seu líder máximo, Manuel Marulanda Vélez, o "Tirofijo".

Segundo o Secretariado (comando central) da guerrilha, o chefe insurgente morreu em 26 de março de 2008 após sofrer um ataque cardíaco.

Segundo o secretário do Governo do departamento de Nariño, Fabio Trujillo, a explosão foi registrada por volta das 22h30 locais de ontem (0h30 de hoje em Brasília) no centro de Ipiales.

Durante coletiva de imprensa, Trujillo explicou que a bomba foi detonada em uma fábrica de celulose que fica perto da Prefeitura de Ipiales.

Em uma ação quase simultânea, as Farc invadiram Corinto, localidade do departamento colombiano de Cauca na qual há um ano morreram três civis em outro ataque da mesma guerrilha.

A Polícia de Cauca declarou que os rebeldes cortaram o fornecimento de eletricidade, em uma fracassada tentativa de tomada do povoado. EFE jgh/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG