Bagdá, 17 mai (EFE) - Dois soldados iraquianos morreram hoje e outros dois ficaram gravemente feridos na explosão de uma bomba na província de Salah ad-Din, ao norte de Bagdá, informaram fontes do Ministério do Interior iraquiano.

Segundo as fontes mencionadas, a bomba explodiu quando uma patrulha militar formada por dois veículos passava por uma área no sul da cidade de Beiji, cerca de 200 quilômetros ao norte da capital iraquiana.

Um dos militares morreu na hora, enquanto o outro faleceu antes de chegar ao hospital, explicaram as fontes, que revelaram que, após o ataque, tropas iraquianas iniciaram uma inspeção na zona que terminou com a detenção de oito suspeitos.

Por outra parte, patrulhas policiais encontraram quatro corpos de pessoas torturadas e mortas a tiros em diferentes pontos da capital.

A maioria dos corpos encontrados nos últimos dois anos em Bagdá e em outras zonas do país pertence a pessoas que foram seqüestradas por grupos radicais xiitas e sunitas, mas algumas organizações políticas e sociais responsabilizam também por esses crimes alguns organismos de segurança.

A violência persiste no Iraque apesar das amplas operações de segurança realizadas por milhares de soldados iraquianos e americanos em diversas zonas do país. EFE am/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.