Norberto Collado Abreu, que pilotou o legendário iate Granma, barco que transportou Fidel Castro e seus colegas rebeldes do exílio no México até Cuba, onde iniciaram a revolução, morreu na terça-feira em Havana. Ele tinha 87 anos.

Seus restos mortais foram cremados e as cinzas depositadas em um mausoléu no Cemitério Colón, informou uma matéria da Agência de Informação Nacional (AIN) que não explicou qual foi a causa do falecimento.

Uma coroa de flores enviada pelo ex-presidente de Cuba, Fidel Castro, aparecia em destaque no funeral de Collado, que alcançou a patente de capitão na Marinha de Cuba.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.