Expectativa de vida no Brasil cresceu 5 anos e meio desde 1991

Rio de Janeiro, 1 dez (EFE).- A expectativa de vida dos brasileiros aumentou 5 anos e meio em pouco mais de uma década e meia, ao passar de 67 anos, em 1991, para 72 anos e 6 meses, em 2007, segundo estudo divulgado hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

EFE |

Em comparação com 2006, quando era de 72 anos e 2 meses, a expectativa de vida dos cidadãos cresceu quase 4 meses em 2007, segundo o estudo do IBGE.

A previsão do instituto é de que a expectativa de vida média do brasileiro chegue a 74 anos e 9 meses, em 2015.

Entre as mulheres, a expectativa de vida passou a 76,44 anos, em 2007, contra 70,9 anos, 1991.

Já os homens brasileiros tiveram a expectativa de vida aumentada para 68,82 anos, no ano passado, contra 63,2 anos, 1991.

O estudo indicou entre os fatores que ajudaram a elevar a expectativa de vida a redução da taxa de mortalidade infantil, que caiu de 45,19 mortes entre cada mil crianças nascidas vivas em 1991 para 24,32, em 2007.

O IBGE estima que essa taxa cairá a 18,2 mortes por cada mil crianças em 2015.

Esta projeção ainda é inferior a uma das metas do milênio às quais o Brasil se comprometeu, de reduzir a taxa de mortalidade infantil até 15 por mil, em 2015.

O órgão também detectou um aumento da mortalidade masculina entre os jovens em relação à população feminina no período comparado.

Enquanto em 1991 a possibilidade de um homem de entre 20 e 24 anos morrer era 3,34 vezes superior à de uma mulher da mesma idade, no ano passado essa proporção subiu a 4,2 vezes.

"Se as mortes por causas externas, particularmente as mortes violentas, não tivessem tomado tamanha dimensão, a expectativa de vida do brasileiro ao nascer poderia ser 2 ou 3 anos superior à calculada", segundo o instituto.

"A morte prematura de jovens de sexo masculino por causas externas é um fato social que incomoda o país, especialmente por obedecer em grande parte à violência que se instaurou no Brasil", acrescentou o organismo. EFE cm/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG