Ex-paramilitar que tentou ligar Uribe a massacre é assassinado

Bogotá, 23 abr (EFE).- Um ex-paramilitar colombiano que tentou relacionar o presidente colombiano, Álvaro Uribe, com um massacre de 15 camponeses foi assassinado em uma localidade próxima a Medellín, informaram hoje as autoridades policiais desta cidade.

EFE |

Desconhecidos dispararam contra Francisco Enrique Villalba, conhecido como "Cristian Barreto", em uma rua de La Estrella, localidade onde tinha se estabelecido após receber o benefício de prisão domiciliar.

O caso está em processo de "investigação", informou o Comando da Polícia Metropolitana de Medellín.

Villalba fez parte do Bloco Norte da organização ultradireitista Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC), que se dissolveu em meados de 2006, após um acordo com o Governo que levou à desmobilização de mais de 31 mil paramilitares.

A vítima, que tinha sido detida há quase dez anos, foi condenada a 33 anos e quatro meses de prisão pelo massacre de 15 camponeses no departamento de Antioquia, do qual Medellín é capital, ocorrida em 1997. EFE jgh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG