Ex-paramilitar confirma oferta para envolver Uribe com extrema-direita

Bogotá, 25 abr (EFE).- O ex-paramilitar colombiano Ferney Suaza Marín confirmou hoje que recebeu uma oferta de 200 milhões de pesos (cerca de US$ 113.

EFE |

266) e de asilo no Canadá em troca de envolver o presidente Álvaro Uribe em atividades da extrema-direita.

Suaza disse que anunciou a oferta para legisladores que ontem visitaram Apartadó, localidade da região de Urabá (noroeste), e depois a apresentou ao governante, com quem conversou na noite de ontem por telefone.

No entanto, advertiu que em nenhum caso revelou a origem da proposta, que lhe foi confirmada ontem de manhã, uma semana após a ter recebido.

Ao presidente "não a quis revelar pelo telefone" de onde provém a oferta, declarou Suaza em entrevistas para várias rádios de Bogotá, que fizeram contato com ele em Apartadó, localidade do departamento (estado) de Antioquia.

O ex-paramilitar da AUC disse que os responsáveis pela oferta afirmaram que lhe dariam a metade do dinheiro logo que anunciasse o suposto envolvimento de Uribe e de dirigentes de Urabá com o movimento paramilitar. EFE jgh/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG