Expansão iraniana na A.Latina deve ser freada, diz Israel

Jerusalém, 1º jul (EFE).- O vice-ministro de Assuntos Exteriores de Israel, Dany Ayalon, disse hoje que a expansão da influência do Irã na América Latina deve se freada.

EFE |

O vice-ministro fez esse pronunciamento esta manhã (local) em uma conferência no Centro para a Cooperação Internacional, que pertence ao Ministério de Exteriores.

Segundo ele, essa contenção poderá servir como ferramenta para frear a influência de Teerã sobre outras potências, informou o serviço de notícias israelense "Ynet".

Em junho, Ayalon participou da última Assembleia Geral de Organização dos Estados Americanos (OEA), realizada em Honduras, como parte de uma campanha para fortalecer a relação entre o Estado Judeu e a América Latina, e resistir à influência iraniana na região.

Antes da viagem, o "número dois" da diplomacia israelense denunciou o que denominou de "evidente influência do Irã e de seus agentes" na América Latina e, concretamente, "a perigosa aliança estratégica entre o presidente venezuelano, Hugo Chávez, e iraniano Mahmoud Ahmadinejad". EFE aca/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG