Ex-padre é preso nos EUA por pedofilia

Um ex-padre católico foi condenado a três anos de prisão por pedofilia, nesta sexta-feira, por um juiz de San Fernando, na Califórnia (oeste dos EUA), informaram fontes judiciais.

AFP |

George Miller, de 70 anos, declarou-se culpado em dezembro de ter cometido "atos obscenos" com um menino de nove anos, em 1980, quando era responsável por uma paróquia de Pacoima (30 km ao noroeste de Los Angeles).

Desde 2002, a Igreja Católica americana é abalada por escândalos de pedofilia. Segundo a organização "Bishop Accountability", cerca de 3.000 padres, dos 42.000 existentes nos Estados Unidos, foram denunciados por atos dessa natureza.

Nesse tipo de delito, as denúncias não costumam chegar à Justiça, e os acordos financeiros são mais freqüentes. A Igreja já gastou mais de 2 bilhões de dólares para pôr fim a centenas de denúncias de pessoas que se declararam vítimas desses abusos.

tq/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG