Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Ex-nora de Elizabeth 2ª passa seis meses com família pobre

Sarah Ferguson, a duquesa de York e ex-mulher do príncipe Andrew da Grã-Bretanha, passou seis meses com uma família britânica pobre para a gravação de um documentário sobre a obesidade. O documentário será exibido nesta segunda-feira no canal de televisão britânico ITV e retoma o debate sobre a incidência do problema entre famílias britânicas de baixa renda.

BBC Brasil |

A família que participou do documentário estava acima do peso e recebia uma ajuda do governo de cerca de 80 libras por semana (cerca de R$ 258).

A duquesa de York é porta-voz da organização Vigilantes do Peso nos Estados Unidos e muitas vezes falou sobre sua preocupação com a obesidade.

Neste documentário, gravado em Hull, região nordeste da Inglaterra, Ferguson destaca a dificuldade de famílias pobres em tentar manter uma alimentação saudável.

Uma das maiores dificuldades dos britânicos é a dependência dos alimentos industrializados, com grandes quantidades de sal e gordura, em vez de consumir refeições caseiras, feitas com ingredientes frescos.

Ferguson afirma que este problema se deve à falta de conhecimento das pessoas em relação à própria alimentação.

"O mais importante é fazer com que as pessoas entendam: caminhem para o trabalho, subam escadas, façam exercício e bebam muita água", afirmou.

"Você pode abrir a torneira e beber água sem ter que pagar por isso", acrescentou.

Família
A duquesa de York disse em entrevista à BBC que a família de baixa renda que participou do documentário tem problemas típicos das famílias britânicas e não tinha sido educada para fazer pequenas mudanças necessárias para uma vida saudável.

"O pai tinha diabetes e agora está superando o problema. Tive que dizer para ele 'você percebe que, se continuar assim, você poderá ficar paralisado, poderá perder seus membros?'", disse.

"Acho que o alertei, ele nunca tinha ouvido algo assim", acrescentou.

Ferguson também saiu em defesa de sua filha, Beatrice. A imprensa britânica mostrou fotos da princesa usando um biquíni em uma praia do Caribe e alegando que ela estava acima do peso.

"A imprensa tem sido escandalosa, chamando-a de nomes horríveis... Creio que eles deveriam ser mais responsáveis", afirmou.

"Ela está bem, em forma e saudável. Compreendo a liberdade de imprensa, mas não entendo quando pegam uma garota normal, muito saudável, e tentam destruir completamente sua confiança", acrescentou.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG