A ex-mulher de um kuwaitiano cujo casamento foi marcado no sábado por um incêndio que deixou 43 mortos, admitiu ter provocado a tragédia, explicando que queria se vingar do ex-marido, informa a imprensa nesta segunda-feira.

Um porta-voz do ministério do Interior anunciou nesta segunda-feira à televisão estatal que "o autor do incêndio foi identificado e admitiu ter agido por motivos pessoais".

O jornal Al-Qabas destacou que a mulher de 23 anos contou à polícia ter provocado o incêndio em uma das tendas onde estavam o convidados - mulheres e crianças - para se vingar dos "maus-tratos" infligidos pelo ex-marido.

Citando fontes dos serviços de segurança não identificadas, o jornal frisa que uma empregada asiática da ex-mulher viu a patroa despejar gasolina na tenda antes de incendiar a mesma, e informou a polícia.

O chefe do corpo de bombeiros, o general Jassem Mansuri, disse à AFP que o balanço da tragédia subiu para 43 vítimas, com a morte de duas mulheres que sofreram queimaduras graves.

Todas as vítimas eram mulheres e crianças, que morreram carbonizadas ou pisoteadas no movimento de pânico provocado pelo incêndio.

Segundo Mansuri, 90 pessoas foram feridas no incêndio, que consumiu a tenda em poucos minutos e provocou a pior catástrofe da história moderna do emirado.

Segundo a tradição, homens e mulheres não se misturam nas festas de casamento e outras comemorações.

A esposa nada sofreu, porque estava em um salão de beleza terminando a maquiagem quando o incêndio teve início.

No domingo, o general Mansuri afirmou que a identificação das vítimas seria complicada, porque a maioria dos corpos estava carbonizada.

Sete crianças estão entre as vítimas, segundo o último balanço.

Cinco feridos estão em estado crítico. Especialistas da Alemanha e da Grã-Bretanha são esperados no Kuwait para ajudar no tratamento.

O governo formou uma comissão de investigação. Vários deputados, como o opositor Daifallah Buramia, denunciaram a lentidão da chegada das equipes de socorro.

O emir do Kuwait, xeque Sabah al-Ahmad al-Sabah, expressou suas condolências às famílias.

oh/yw/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.