Ex-motorista Bin Laden é condenado por apoio ao terrorismo

Washington, 6 ago (EFE).- Salim Hamedan, ex-motorista do líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, foi declarado hoje culpado de algumas das acusações pelas quais era acusado em relação a terrorismo, no julgamento contra ele realizado nos tribunais militares especiais em Guantánamo.

EFE |

Segundo fontes ligadas ao processo, esta condenação pode significar para Hamedan uma pena de prisão perpétua. EFE elv/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG