Ex-ministro tailandês se entrega para ser julgado por ofensa à Monarquia

Bangcoc, 12 jun (EFE).- O ex-ministro tailandês Jakrapob Penkair se entregou hoje à Polícia para responder à acusação de insultar a monarquia do país, que o levou a renunciar a seu cargo no início do mês.

EFE |

"Venho defender minha inocência. Meu caso foi politizado", disse o ex-ministro, de 41 anos, e que pode ser condenado a uma pena máxima de 15 anos de prisão, caso seja declarado culpado.

Segundo fontes policiais, Penkair sairá em liberdade após prestar testemunho.

O delito do qual Penkair é acusado supostamente teria sido cometido no último verão do país, quando ele criticou o "sistema de patrocínio" da Monarquia tailandesa, durante um discurso pronunciado no Clube de Correspondentes Estrangeiros do país.

A Família Real tailandesa dirige várias fundações nacionais que financiam projetos sociais e obras beneficentes. EFE rd/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG