Ex-ministro francês é condenado por desvios de recursos

Paris, 30 abr (EFE).- O ex-ministro francês Charles Pasqua foi condenado hoje a um ano de prisão isento de cumprimento por desvio de recursos quando era o responsável pelo departamento de Interior entre 1993 e 1995.

EFE |

Paris, 30 abr (EFE).- O ex-ministro francês Charles Pasqua foi condenado hoje a um ano de prisão isento de cumprimento por desvio de recursos quando era o responsável pelo departamento de Interior entre 1993 e 1995. A decisão do Tribunal de Justiça da República (CJR), que é a única jurisdição na França para julgar ministros por delitos cometidos durante o exercício de suas funções, o condenou por uma das três acusações que é julgado desde 19 de abril. Concretamente, ele foi declarado culpado por ter recebido comissões de Sofremi, empresa estatal de exportação de armas que dependia do Ministério do Interior. Após saber da sentença, Pasqua, de 83 anos, ressaltou que se trata de uma condenação isenta de cumprimento e que foi acompanhada da declaração de inocência nos outros dois casos pelos quais foi julgado por corrupção. "Vamos ver o que vamos fazer", disse o ex-ministro em alusão à possibilidade que seus advogados recorram este veredicto. O ex-ministro e atual senador da governante UMP - o partido do presidente francês, Nicolas Sarkozy -, já foi condenado a 18 meses de prisão isentos de cumprimento em outra causa vinculada a este processo e relativa ao financiamento ilegal de sua campanha para as eleições europeias de 1999. EFE pi/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG