Ex-ministra comenta lapso ao confundir "felação" com "inflação"

Na televisão, ex-ministra da Justiça de Sarkozy falava sobre fundos de investimentos estrangeiros

AFP |

AFP
A ex-ministra francesa Rachida Dati
A ex-ministra francesa da Justiça Rachida Dati comentou nesta segunda-feira com senso de humor o lapso de domingo. Ao participar de um programa de televisão, Rachida confundiu as palavras "felação" e "inflação", o que atribuiu ao fato de falar rápido demais.

"Só percebi depois. Claro que quando se escuta bem, apenas falei muito rápido, mas bem, fez todo mundo rir", afirmou a eurodeputada de direita em uma entrevista à rádio RTL.

Convidada no domingo a um programa de televisão do Canal+, a ex-ministra da Justiça do governo do presidente Nicolas Sarkozy falava sobre os fundos de investimentos estrangeiros quando cometeu a falha. "Quando vejo que alguns pedem uma rentabilidade de 20 ou 25% com uma felação quase nula...", disse a ex-ministra, que foi muito ligada a Nicolas Sarkozy durante boa parte da carreira política do presidente.

Ao comentar a confusão na rede social Facebook, a eurodeputada conservadora francesa considerou "lamentável que esta seja a única mensagem política destacada" de sua participação no programa. Rachida, que também é prefeita do 7º distrito de Paris, se tornou nos últimos anos uma personagem das revistas de fofoca por seu gosto por luxo e pelos boatos sobre a identidade do pai de sua filha Zohra, que nunca foi revelada.

    Leia tudo sobre: rachida datirachidatifrançagafefelação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG