A cantora americana Britney Spears pôs fim a sua batalha legal pela guarda de seus filhos com seu ex-marido, Kevin Federline, que ficará com as crianças, informou a advogada da artista, nesta sexta-feira.

A advogada de Britney, Laura Wasser, disse aos jornalistas na Corte Superior de Los Angeles que se chegou a um acordo entre sua cliente e Federline, que ficará com a guarda dos dois filhos do ex-casal.

"Britney e Kevin encontraram uma maneira de trabalhar juntos como pais, e as crianças vão se beneficiar, graças a isso", disse Laura, descrevendo o acordo como uma "vitória para toda a família".

A advogada não deu detalhes do acordo, que, segundo um porta-voz da Justiça, ainda deve ser aprovado formalmente. Nem Britney, de 26, nem Federline, de 30, foram à audiência de hoje.

Mais cedo, a emissora KTTV, de Los Angeles, e a revista OK! citaram o advogado de Kevin, Mark Vincent Kaplan, segundo o qual seu cliente ficaria com a guarda exclusiva de Sean Preston, de dois anos, e Jayden James, de um.

Britney deve manter os direitos de visita, que poderão se ampliados mais à frente, antecipou Kaplan, citado por ambos os veículos.

"Todas as partes acordaram o seguinte: Kevin manterá a guarda exclusiva legal e física de Sean Preston e Jayden James", revelou Kaplan.

"Britney continuará tendo direitos de visita, que podem ser ampliados com o tempo", afirmou o advogado, acrescentando que Federline estava "feliz".

Após a audiência desta sexta, Kaplan declarou que divulgará os termos do acordo somente depois que for confirmado pela corte.

"Foi um longo esforço e é muito gratificante que termine", completou Kaplan.

Atualmente, Britney pode visitar seus filhos duas vezes por semana, com direito a uma estada noturna. Seus direitos de visita foram severamente restringidos este ano em função dos problemas pessoais da cantora e dos temores sobre sua saúde mental.

rcw/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.