Ex-líder sérvio-bósnio responde por genocídio

HAIA - O ex-líder sérvio-bósnio Radovan Karadzic comparece nesta segunda-feira ao Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII) em uma audiência preliminar da acusação modificada que ainda precisa ser aprovada pelos juízes, segundo a qual responderá também por genocídio, em um total de 11 crimes.

EFE |

Segundo fontes ligadas ao TPII, na audiência desta tarde Karadzic comentará a acusação emendada, cuja tradução recebeu na quinta-feira. Os juízes devem conceder um prazo de duas semanas para estudar e se pronunciar sobre a nova acusação.

Durante a audiência preliminar anterior, realizada em outubro do ano passado, o juiz Ian Bonomy, que preside esta fase do processo, declarou-se decepcionado pela lentidão da promotoria nas traduções ao sérvio, idioma no qual Karadzic solicitou receber toda a informação do julgamento.

A promotoria apresentou, em 22 de setembro, as versões em francês e inglês da acusação emendada contra Karadzic, na qual acrescentou a acusação de genocídio, mas manteve o número total de 11 causas contra seu acusado mais importante.

A promotoria, que pretende julgar Karadzic o mais rápido possível, argumenta que esta acusação, "mais centrada", contribuirá para uma apresentação "mais eficiente e ágil" de seu caso.

Além disso, afirma que também ajudará Karadzic a preparar sua defesa, porque, "ao ser mais precisa, o ajudará a compreender as acusações contra ele".

Karadzic declinou em duas ocasiões declarar-se culpado ou inocente das acusações que enfrenta, motivo pelo qual em agosto de ano passado o juiz declarou-o "inocente", para que o processo pudesse seguir seu curso.

O ex-líder sérvio-bósnio enfrenta, entre outras, acusações de genocídio, crimes de guerra e lesa-humanidade, supostamente cometidos durante a guerra da Bósnia (1992-1995).

Dentro da lista destacam-se o assassinato de quase 8 mil muçulmanos, incluindo crianças, na cidade bósnia de Srebrenica, em 1995, e o ataque a Sarajevo, no qual morreram milhares de pessoas.

    Leia tudo sobre: karadizic

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG