populista e demagogo - Mundo - iG" /

Ex-líder polonês acusa Chávez de ser populista e demagogo

Santiago do Chile, 8 nov (EFE) - O ex-presidente polonês Lech Walesa afirmou que o líder da Venezuela, Hugo Chávez, é populista e demagogo, e pediu aos venezuelanos que não o sigam, porque vão terminar como a Polônia, informou hoje a imprensa chilena. Chávez é um demagogo e populista. Tem idéias ruins.

EFE |

Está jogando com o ânimo das pessoas; por isso, advirto às pessoas, aos operários, de que não o sigam, porque vão terminar como terminou a Polônia", afirmou Walesa em entrevista publicada hoje pelo jornal chileno "La Tercera".

O ex-presidente polonês e antigo líder do movimento sindical Solidariedade cancelou esta semana uma visita à Venezuela, onde participaria de uma conferência sobre democracia, após o Governo venezuelano o informar de que não podia garantir sua segurança pela proximidade das eleições regionais.

"Chávez não me deixou entrar; de qualquer forma, ganhei a briga, porque é um demagogo e um populista. Tem idéias ruins", disse o dirigente polonês.

No entanto, ressaltou que insistirá em visitar a Venezuela e que seu objetivo é se reunir tanto com o presidente quanto com a oposição. "Não tenho medo. Eu vou me preparar melhor para vê-lo e também vou preparar minha proteção", destacou.

Para o Nobel da Paz de 1983, Hugo Chávez "está jogando com o ânimo das pessoas" e as medidas aplicadas na Venezuela "não foram boas". Ele disse ainda que o líder venezuelano "tem muito dinheiro, mas o gasta mal".

"Se gastasse bem, poderia fazer muitas coisas boas. Chegará o momento em que as pessoas o liquidarão. Digo isso olhando nos seus olhos", afirmou Walesa, que acrescentou que Chávez pediu duas vezes para se reunir com ele, "e nas duas vezes disse que com você não falo, porque não é uma boa pessoa".

Walesa também se referiu a Cuba e a Fidel Castro, ao lembrar que tem "contatos ali e também briguei com Fidel Castro. Uma vez lhe disse para se matar, mas acrescentei que não era um homem ousado, por isso não se mataria. Por isso não gosto dele. Sou anticomunista". EFE ns/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG