Ex-lider bósnio-croata é sequestrado na Croácia

Zagreb, 9 abr (EFE).- Ante Jelavic, ex-membro bósnio-croata da Presidência da Bósnia-Herzegovina que ultimamente vivia em Zagreb, foi sequestrado na quarta-feira nesta capital, informou hoje o ministro do Interior croata, Tomislav Karamarko.

EFE |

Em declarações à rádio e televisão pública croata "HRT", Karamako não quis dar mais detalhes sobre o sequestro, mas reconheceu que os sequetradores de Jelavic pediram dinheiro em troca da libertação.

A imprensa local afirma que os sequestradores telefonaram para a família, residente em Zagreb, da Bósnia, e exigiram 1 milhão de euros.

Em 2005, Jelavic foi condenado por um tribunal internacional da Bósnia a nove anos e meio de prisão por desvio de dinheiro público, mas a sentença foi depois abolida por uma corte local, que ordenou a repetição do julgamento.

Jelavic, que tem dupla cidadania, bósnia e croata, fugiu para a Croácia, de modo que evitou um novo processo judicial, já que a legislação do país proíbe a extradição de cidadãos croatas a outros países.

Segundo a imprensa, o ex-líder vivia nos últimos anos em Zagreb se escondendo, com medo de que fosse sequestrado por membros de agências secretas bósnias que o levariam à Bósnia para que fosse julgado. EFE vb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG