Ex-interno de Guantánamo é detido na Jordânia

Amã, 27 mai (EFE).- Um ex-detento de Guantánamo foi detido junto com outras três pessoas na Jordânia por supostamente planejar ataques contra Israel como vingança pela ofensiva iniciada no final do ano passado contra a Faixa de Gaza, informaram hoje fontes judiciais.

EFE |

As fontes disseram que os suspeitos foram detidos em abril, mas não precisaram a data exata, e afirmaram que devem ser acusados por porte ilegal de armas.

Os detidos foram identificados como Sajr Abu Zaid, Hassan Talaq, Mohammed Abu Ourah e Osama Abu Kabir. Este último, segundo as fontes judiciais, é o que esteve preso em Guantánamo.

Pode tratar-se do jordaniano de 39 anos conhecido pelo nome completo de Osama Hassan Ahmed Abu Kabir, que foi detido no Afeganistão em novembro de 2001 e esteve preso em Guantánamo até ser transferido à Jordânia, em 2 de novembro de 2007.

Pouco após sua entrega pelas autoridades americanas, Kabir - acusado de pertencer a um grupo com vínculos com a Al Qaeda - foi colocado em liberdade no país árabe.

No tratado de paz assinado entre Israel e Jordânia em 1994, o reino hachemita se comprometeu a não permitir ataques a partir de seu território contra o país vizinho.

Entre 27 de dezembro do ano passado e 18 de janeiro, Israel lançou uma grande ofensiva contra a Faixa de Gaza, que deixou mais de 1,3 mil mortos e cerca de 4 mil feridos, e que causou grande mal-estar no mundo árabe. EFE ajm-ssa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG