austeridade - Mundo - iG" /

Ex-guerrilheiro assume o poder no Uruguai e prega austeridade

O ex-guerrilheiro José Pepe Mujica, de 74 anos, assume o poder no Uruguai nesta segunda-feira para se tornar o presidente uruguaio mais velho da história e o segundo dirigente de esquerda a assumir as rédeas do país. Mujica tem defendido a austeridade como a principal bandeira de seu futuro governo e, durante entrevista coletiva a jornalistas estrangeiros, afirmou que suas principais metas serão fazer desaparecer a indigência e reduzir a pobreza em 50%.

BBC Brasil |

A cerimônia de sucessão de Tabaré Vázquez, que deixa a Presidência com índices de aprovação superiores a 60%, será realizada no Palácio Legislativo de Montevidéu no início da tarde desta segunda.

A posse de Mujica deve contar com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da secretária de Estado americana Hillary Clinton e dos líderes da Argentina, Cristina Kirchner, da Venezuela, Hugo Chávez, da Colômbia, Álvaro Uribe, do Paraguai, Fernando Lugo, da Bolívia, Evo Morales, e do Equador, Rafael Correa, além do príncipe espanhol Felipe de Borbón.

Antes mesmo da posse, Mujica teria uma reunião com Hillary Clinton, que também deve ter um encontro bilateral com Cristina Kirchner. Por conta do terremoto no Chile, a presidente Michelle Bachelet cancelou sua visita a Montevidéu.

Um dos desafios imediatos do novo governo uruguaio é colocar um ponto final na disputa que o país trava com a Argentina há mais de três anos em decorrência da instalação da planta de celulosa Botnia, no rio Uruguai.

Na esfera doméstica, Mujica também terá pela frente a tarefa de melhorar as condições de segurança e moradia do país de 3,3 milhões de habitantes.

Trajetória
Mujica é o 40º presidente constitucional do Uruguai. Após um discurso de posse no Palácio Legislativo, o novo presidente partirá rumo à Praça Independência, no centro de Montevidéu, onde se encontra um monumento em homenagem a José Artigas, maior herói nacional.

O percurso deve durar uma hora e será feito em um carro elétrico, desenvolvido no país. Na praça, o novo presidente se encontrará com Vázquez, receberá honras militares e se pronunciará novamente, antes de finalizar a cerimônia, que será seguida por um show popular.

Mujica é o primeiro ex-guerrilheiro a chegar à Presidência do Uruguai. Ele foi do grupo Movimento de Liberação Nacional-Tupamaros (MLN-T) e ficou preso durante 14 anos, antes e durante o regime militar no país (1973-1985).

Em 1964, realizou o primeiro assalto como integrante do que se tornaria o MLN-T e, cinco anos depois, passou a agir na clandestinidade. Foi detido, torturado e deixou a prisão em 1985, aos 50 anos, por conta da Lei de Anistia do país.

Com sua mulher, a senadora Lucía Topolansky, passou a viver em uma chácara na periferia da capital, onde se dedicou ao cultivo de flores. Conhecido por seu estilo despojado, Mujica declarou recentemente, por exemplo, que pensa em vender a residência presidencial no balneário de luxo de Punta del Este.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG