Um tribunal venezuelano ordenou a prisão do ex-governador Carlos Giménez, ex-aliado do presidente Hugo Chávez e acusado por corrupção.

Giménez, que foi destituído do governo de Yaracuy (centro) em junho de 2008 para permitir a abertura do processo judicial contra ele, é acusado de peculato, evasão de processo de licitação, entre outras acusações.

Segundo a promotoria o ex-governador faltou a várias convocações judiciais nos últimos meses.

Giménez ganhou a governo de Yaracuy em 2004, mas não conseguiu completar seu período que terminava em novembro de 2008 devido ao processo judicial aberto contra ele.

O ex-governador renunciou em 2007 ao partido de esquerda moderada Podemos para se unir ao Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), que o presidente Chávez promovia como único do oficialismo.

nn/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.